Olá pessoal, alguém tem ideia de como as peças foram originalmente nomeadas (em inglês) ?

Esse tema tem sido trabalhado por vários grupos que decidiram em sistemas bem diferentes por décadas. O desacordo ou necessidade de organização  foram baseadas principalmente nas informações disponíveis publicamente pelo The LEGO Group, quais partes haviam sido fabricadas, e quais as características da peça os autores achavam que eram salientes.

Para se ter uma ideia da magnitude do problema, tente classificar cada parte em sua própria coleção. Faça as suas próprias categorias ou tente seguir alguém que já o fez. Tenho certeza que você vai levantar um monte de perguntas sobre como amplas as categorias devem ser. Todo mundo que já tem um sistema de armazenamento passa por isso. Para ajudar, abaixo estão descritos vários sistemas que são considerados os principais conhecidos pela comunidade de usuários LEGO. Cada um tem sua variação de nomenclatura ou reconhecimento de partes específicas.

Sistemas existentes:

BrickLink – Possui 282 categorias até o presente momento. Neste esquema, não há subcategorias, apenas dois níveis. Vários subníveis são apresentados e na minha opinião, entre todos os sistemas, é o que é mais fácil para mim para encontrar e categorizar as peças.

LDraw – Criado por James Jessiman, não categorizam partes hierarquicamente, mas para muitas delas a primeira palavra já faz um gênero. Programas como o http://mlcad.lm-software.com/ já utiliza várias dessas categorias. Hoje o sistema abrange mais de 5300 tipos de peças.

Peeron é um exemplo de um banco de dados exaustivo usando números e nomes das peças de LDraw. O Peeron não introduz uma hierarquia própria. Sinceramente, é um dos mais cansativos para se usar e categorizar.

PartsRef, por Steve Bliss, um dos principais autores do LDraw, e que tentou classificar as partes LDraw hierarquicamente. Ele criou 22 categorias de nível superior, por exemplo: arquitetônico, tendo como subcategoria as Portas. No entanto, para algumas categorias ficaram sem ser divididas encontrando-se num limbo das categorias, um exemplo disso é a placa (plate) e suas variações.

Pick a brick – Possui 42 categorias, algumas das quais são muito amplas. Por exemplo, “Brick, Especial” é uma categoria (que possui atualmente 155 partes) com várias outras forma de dividir em sub-grupos de tijolos redondos, tijolos modificados, cilindros, dobradiças, cones, etc.

Espero que tenham gostado dessa curiosidade e que possam começar a se organizar!
Enjoy! 😀