Qual é minha pergunta de pesquisa?

Onde tudo começa – Processo de Pesquisa

Olá, galera! Estou feliz em poder compartilhar minhas experiências sobre o torneio com vocês e ajudar com dicas sobre o Projeto de Pesquisa.

A FLL escolhe assuntos inspirados em situações ou problemas atuais que nos fazem refletir sobre nossas atitudes e hábitos. Trask Trek, a maneira que lidamos com o lixo, me fez mudar ações em casa e na empresa que trabalho. O img1lixo é um tema sério e urgente, pois quanto mais produzirmos, mais problemas enfrentaremos. Ele não “desaparece” depois que é recolhido e levado pelos caminhões, precisa de providências em larga escala para não afetar a saúde e a qualidade de vida. Bem tratado é valioso para nós e para o meio ambiente, pois a partir dele podemos preservar outros recursos.

Um bom trabalho de uma equipe inicia-se com a leitura dos documentos oficiais, interpretação dos textos e desafios, discussão, análise, esclarecimentos de dúvidas e planejamento das ações.

 Passo a Passo do Processo de Pesquisa

Definir o problema e Elaborar pergunta de Pesquisa

lupaO primeiro passo da Pesquisa é uma fase exploratória, uma busca de informações sobre o assunto que facilitará a delimitação do tema de trabalho. Onde fazemos o brainstorming,  nosso toró de ideias, para formulação de um problema claro e que tem como meta procurar uma solução para o mesmo. Definimos o problema em forma de pergunta, por exemplo: “O que acontece quando…?”; “ Qual a causa/importância …?”;  “Que relação pode ser encontrada…?”; “Que demanda…?” .  Precisamos estar atentos quanto à originalidade, relevância, viabilidade e delimitação do estudo – qual “pedaço” do problema estudar mais profundamente. Este é, sem dúvida, um dos momentos mais importantes do processo – a identificação e definição do problema. Portanto é importante que a equipe escolha o algo que envolva e motive todos.

Pesquisar em diferentes fontes de informação

Eu aprendi a pesquisar com minha professora de geografia do 6º ano e o que me marcou foi o que ela disse sobre as fontes bibliográficas que devem ser verdadeiras, de qualidade e que precisamos ter variedade de autores e opiniões para comparar as ideias e informações. O que são consideradas fontes: livros ou capítulos de livros (de leitura oulampada referência, como dicionários, enciclopédias, etc.), publicações periódicas (jornais, revistas, panfletos, etc.), teses, dissertações, trabalhos de conclusão, gravações de áudio e vídeo, acessos online (páginas de web sites), entre outros.

É importante também entrevistar um profissional da área (engenheiro ou consultor ambiental, urbanista, gerentes de sustentabilidade, de contas e de instalações, os catadores de resíduos, os negociantes de sucatas). Depois de pesquisar, elabore perguntas e apresente a solução ao profissional, com certeza ele fará apontamentos sobre seu projeto.

Muitas equipes fazem também pesquisa de opinião, que buscam informação diretamente com um grupo de interesse utilizando questionários, formulários ou entrevistas e apresentam os resultados em tabelas e gráficos analíticos.

É importante registrar tudo o que pesquisaram para montar o portfólio da equipe, mas para entregar aos juízes façam um documento simples já que não há tempo suficiente para a leitura dos trabalhos.

No guia de tópicos no site oficial existem vários recursos citados, em inglês, vou listar alguns que pesquisei:

img2www.cempre.org.br – Compromisso Empresarial para a Reciclagem. Informações sobre reciclagem, empresas recicladoras e coleta seletiva de lixo.

www.recicloteca.org.br – Informações sobre resíduos sólidos, reciclagem.

www.abes-dn.org.br – Associação Brasileira de Engenharia Sanitária. Informações sobre gestão integrada de resíduos.

www.ablp.org.br – Associação Brasileira de Limpeza Pública (ABLP). Informações sobre empresas municipais e profissionais de limpeza pública.

www.assemae.org.br – Associação Nacional dos Serviços Municipais de Saneamento. Informações sobre saneamento nos municípios.

www.ibam.org.br – Instituto Brasileiro de Administração Municipal (Ibam). Promove cursos de capacitação presenciais e à distância sobre limpeza urbana.

www.lixo.com – Informações sobre catadores e sobre lixo.

www.bracelpa.com.br – Associação Brasileira de Celulose e Papel.

www.abividro.org.br – Associação Técnica Brasileira das Indústrias Automáticas de Vidro.

www.abepet.com.br – Associação Brasileira de Embalagens de Pet (Abepet).

www.abiquim.org.br – Associação Brasileira de Materiais Plásticos (Plastivida).

www.abiplast.org.br – Associação Brasileira da Indústria de Plástico.

www.funasa.gov.br – Fundação Nacional de Saúde. Linhas de financiamento para limpeza urbana.

www.mma.gov.br – Ministério do Meio Ambiente. Editais para projetos de limpeza urbana e informações sobre recursos repassados pelo Fundo Nacional do Meio Ambiente – FNMA.

www.youtube.com/watch?v=ibctyQ9aU5k – Lixo Extraordinário acompanha o trabalho do artista plástico Vik Muniz

Como Funciona o Lixo – Documentário History Channel

Analisar o problema

Este passo está relacionado quando definiram o problema. O que pesquisaram e analisaram sobre o assunto que escolheram. As pesquisas foram superficiais, simples, usaram poucas fontes ou foram profundas, extensivas? Todos da equipe precisam participar e contribuir!

Revisar as soluções existentes

Após definir a pergunta de pesquisa, a equipe precisa analisar as soluções já existentes, verificar o que está atualmente sendo feito para resolver o problema que encontraram para que possam melhorar uma solução que exista ou criar uma nova solução. É importante verificar a originalidade, relevância e viabilidade.

Estes dois últimos itens do processo de pesquisa, nem sempre aparecem nas apresentações no dia do torneio. Fica a dica!

Seguindo esses passos, elaborar pergunta, pesquisar, analisar o problema e revisar solução, seu projeto será bem sucedido.

O problema do lixo não é seu, nem meu. É NOSSO!!!

Abraços a todos e excelente trabalho!  E divirtam-se!

Márcia Chinem

trash

 

 

 

 

Imagens públicas Pixabay