Fala galera, como andam as coisas? Espero que bem, nesse momento vocês já devem estar se preparando para os Torneios Regionais e a adrenalina deve estar a mil, estou certo?

Muitos de vocês já devem estar ensaiando a apresentação do Projeto de Pesquisa, acertando os últimos detalhes e com certeza seguindo as dicas do meu grande amigo Tchescow, mas quantos de vocês já preparam a apresentação de Design do Robô?

Isso mesmo você não leu errado, estou falando da apresentação de Design do Robô, presente a alguns anos nos torneios internacionais, e que a partir deste ano também encontraremos por aqui.

Vamos lá entender o que é essa apresentação de Design do Robô? 😉

Entendendo o que é a apresentação de Design do Robô

No documento publicado recentemente no Portal da Indústria, vocês foram oficialmente informados que deverão preparar uma apresentação para a avaliação de Design do Robô, denominada Sumário Executivo do Design do Robô (SEDR). Não precisa se preocupar esse tal sumário executivo não é nenhum bicho de sete cabeças, vamos entender melhor o que é isso…

O sumário executivo geralmente é a principal parte de um Planos de Negócios e possui a função de explicar o modelo de negócios básico, fornecer uma explanação dos fundamentos e justificativas gerais para a estratégia que se tem em vista. Engenheiros normalmente utilizam um sumário executivo para descrever brevemente os elementos-chave de um produto ou projeto.

Para nós, na FLL, o Sumário Executivo do Design do Robô tem o objetivo de ajudar os juízes de Design do Robô a aprender de forma rápida e consistente sobre o processo de design utilizado no seu robô, na prática o objetivo do SEDR é dar aos juízes de Design do Robô uma visão geral do seu robô e tudo o que ele pode fazer.

A ideia principal por trás do SEDR é ajudar o seu time a considerar antecipadamente as informações mais importantes a serem compartilhadas com os juízes, do jeito que é hoje (quando não preparamos previamente a apresentação) podemos esquecer de falar algo muito importante por causa do nervosismo da hora (o que é super normal). Pense da seguinte maneira, tudo o que seu time escolher para compartilhar com os juízes permitirá que eles possam avaliar de uma maneira mais eficaz, além de possibilitar comentários que serão mais úteis para vocês melhorarem os robôs para a próxima temporada.

Você e seu time são livres para determinar quanto tempo vocês deverão investir na preparação do SEDR, mas sinceramente na minha opinião vocês não devem e nem precisam demorar mais que algumas horas para desenvolver e praticar o SEDR. Não é a intenção do SEDR ser tão extenso ou demorado como seu Projeto de Pesquisa.

Como fazer meu SEDR?

Não existe qualquer tipo de regra para a elaboração do SEDR, nem é a ideia de formalizar e padronizar algo, lembre-se “Nós nos divertimos” e padronizar demais torna todo o processo chato. Já que não existe um padrão, você e seu time são livres para fazerem o que vocês quiserem, a única informação importante que temos que lembrar é que nessa temporada vocês NÃO serão mais divididos entre programadores e construtores, todos serão avaliados juntos.

Aqui eu coloco algumas opções que vocês dispõem para fazer o SEDR do seu time:

  • Pôster;
  • Apresentação do PowerPoint®;
  • Apresentação oral com o auxílio de fotos;
  • Qualquer coisa que seu time faça e esteja confortáveis.

Apenas para exemplificar a utilização do pôster, dá uma olhada na foto abaixo que mostra um pôster do Sumário Executivo do Design do Robô do time #3455 FOOTHILL LEGO LOVERS, nesse site vocês encontram outros diversos exemplos de pôster de Design do Robô e Core Values.

20111212 041Fonte: Noato Home Design Home Decor Ideas

Você não é obrigado a fornecer uma versão impressa do SEDR para os juízes, portanto, não se preocupe muito em criar um material impresso super detalhado (mas se seu time já preparou esse material super detalhado, não tem problema, por favor não jogue ele fora 😉 ), mas sim em compartilhar com os juízes todo o processo de desenvolvimento do robô do seu time.

Quanto tempo eu tenho para fazer meu SEDR?

Seu time vai apresentar seu SEDR no início da sua sessão de avaliação de Design do Robô. A apresentação inteira, incluindo a demonstração do funcionamento do robô, não deve demorar mais tempo do que 7 (sete) minutos. Após sua apresentação os juízes irão fazer algumas perguntas sobre o robô para que seu time possa responder.

Aqui eu coloco para vocês como vai funcionar a dinâmica na sala de avaliação de Design do Robô, percebam que não é muito tempo, portanto foque nas principais características da construção mecânica e programação do seu robô, bem como na estratégia e inovações do seu time.

Tempo_em_Sala

O que deve conter na meu SEDR?

A estrutura básica do SEDR deve incluir os seguintes elementos:

  1. Dados do Robô;
  2. Detalhes de Projeto;
  3. Demonstração de funcionamento.

Dados do Robô: Quando falamos de dados dos robôs espera-se que você compartilhe com os juízes um pouco sobre o seu robô, como por exemplo, o número e tipo de sensores, sistema de locomoção, número de peças, bem como o número de anexos/garras. Os juízes também gostariam de saber sobre a programação que seu time desenvolveu, o número de programas, a quantidade de memória usada por cada programa e qual programa completou as missões de maneira mais consistente.

Detalhes de Projeto: Nesta área a ideia básica é apresentar todas as particularidades que tornam o seu robô único, apenas para guiar você nos tópicos que podem ser abordados eu coloquei aqui algumas sugestões de coisas a serem discutidas:

  1. Diversão: Descreva a parte mais divertida e interessante do projeto do robô, bem como as partes mais desafiadoras. Se o seu robô tem um nome, quem escolheu o nome e por quê. Se seu time tem uma história divertida sobre seu robô sinta-se livre para compartilhar.
  2. Estratégia: Explique estratégia e raciocínio de seu time para a escolha e realização das missões. Fale um pouco sobre quão bem-sucedido foi o seu robô em completar as missões que você escolheu. Os juízes podem gostar de ouvir sobre a sua missão favorita e por que ela é a sua favorita.
  3. Processo de Design: Descreva como sua equipe projetou seu robô e que processo você usou para fazer melhorias com seu projeto ao longo do tempo. Resumidamente compartilhe como diferentes membros do seu time contribuíram para o projeto e como você incorporou todas as ideias.
  4. Projeto Mecânico: Explique aos juízes estrutura básica do seu robô, como você se certificou que seu robô é durável e como você o tornou fácil para reparar ou adicionar/remover anexos. Explique aos juízes como o robô se move, e quais mecanismos ou garras ele usa para completar as missões.
  5. Programação: Descreva como você programou o seu robô para garantir resultados consistentes. Explique como você organizou e documentou seus programas, bem como, se os seus programas utilizam sensores para saber (e garantir) o posicionamento do robô no tapete.
  6. Inovação: Descreva todas as características de seu projeto do robô que você sente que é especial, diferente ou especialmente inteligente.

Demonstração de Funcionamento: Por fim, mas não menos importante, chegou a hora de demonstrar o funcionamento do seu robô para os juízes realizando a missão ou missões de sua escolha, escolha a missão que você acha mais divertida e/ou desafiadora, recomendo demonstrar apenas uma saída de base, não tente demonstrar uma partida completa, será necessário tempo para que os juízes façam perguntas a seu time.

Bem eu acho que a ideia que eu queria passar para vocês era essa, todo esse processo de avaliação é uma novidade para você e também para os juízes, portanto vamos aprender todos juntos, mas uma vez que dominarmos bem essa nova ferramenta com toda a certeza do mundo evoluiremos bastante com nossos projetos.

Pessoal, até o próximo post, fiquem na paz e que a Força esteja com vocês.

Abraços.