Olá pessoal!
Na semana passada dei algumas dicas de como Melhorar sua apresentação dos Torneios da FLL. E hoje, vamos pensar um pouquinho mais no assunto? (=

Ao nos apresentarmos para as outras pessoas, seja numa apresentação de trabalho escolar ou no dia do torneio de robótica, precisamos nos atentar a alguns detalhes importantes sobre a maneira como passamos as informações adiante. A primeira e mais importante regra é saber sobre o que está sendo falado. A falta de informações adequadas, o desconhecimento do assunto ou a inversão dos fatos gera falhas na comunicação, incertezas e desconfiança por parte do ouvinte. Saber sobre o que se fala, conhecendo a fundo os detalhes garante o domínio necessário e torna o assunto interessante para quem ouve. =)

1453511_496577893773177_864444385_n

Sempre que formos nos apresentar, precisamos observar ao menos três fatores: a quantidade de pessoas a quem estamos nos reportando, o ambiente em que estamos – o tamanho e a acústica do local, e qual o nível de formalidade exigido. Isto porque precisamos nos certificar de que todos estão nos ouvindo bem e que nossa fala é adequada à situação do momento, numa linguagem natural, mas com o português formal, sem gírias e palavras inadequadas.

1476540_498729040224729_326509782_n Vamos imaginar que você é convidado por seu amigo a ir até a casa dele. Ao chegar, você entra gritando? Não né? Falar muito alto pode ser considerado uma falta de educação, assim como falar muito baixo. É preciso que as equipes se projetem em suas falas de maneira a envolver os juízes num tom agradável e coerente ao espaço e quantidade de pessoas que estão nele. Ao falarmos, o som se propaga no ambiente, perceba então se você precisará aumentar ou diminuir seu tom de voz de acordo com o tipo de sala em que está ocorrendo a avaliação. Os torneios geralmente são muito barulhentos e deixar de encantar um juiz com sua fala por ele não conseguir te ouvir é uma perda imensa para sua equipe.

Os artistas, atores, cantores, tem diversas táticas de como podemos melhorar a transmissão da mensagem apenas utilizando técnicas vocais, uma vez que falar sempre no mesmo tom chega a ser cansativo para quem ouve. Você já deve ter tido algum professor que fala com aquele mesmo tom monótono durante toda a aula e você chega a ficar com sono, não é mesmo? Projete-se com emoção, coloque ênfase em suas histórias e represente a sua verdade na fala. E lembre-se, sempre mantenha o contato visual com os juízes! Falar olhando nos olhos transmite verdade e estabelece uma conexão – uma relação de confiança. Intercale seu olhar entre os presentes, tentando “atingir” todo o grupo de pessoas e não somente um juiz.

1453493_501791503251816_229942856_n

Outro fator importante é a sua postura. Já ouviu a frase: “Nosso corpo é nosso maior instrumento”? Existem vários estudos que indicam que nossa postura pode contrariar nossa fala, trazendo incoerência. Um exemplo é quando cruzamos os braços enquanto um dos membros de nossa equipe está falando algo, ou franzimos a testa em sinal de discordância – isto pode representar aos juízes que vocês não estão totalmente de acordo quanto à mensagem transmitida. Utilizem a linguagem não verbal de seu corpo a seu favor, mantenha-se tranquilo, com o corpo ereto e de frente para os ouvintes. Você pode utilizar suas mãos para dar mais ênfase à fala se quiser, o importante é ser o melhor de você mesmo e respeitar a fala de cada um dos seus colegas.

Quando um amigo falar, espere-o concluir seu pensamento e então, continue a fala, complementando-o. Atropelos e falatórios em demasia pode representar uma falta de respeito entre os membros e uma desunião do grupo. Mas, estar atento ao colega e principalmente, estar em concordância com o que está sendo dito, numa representação bacana das histórias de sua equipe é a chave para que os juízes, como qualquer outra pessoa que ouça aquela fala, valorize, respeite e admire sua equipe. A intenção é fazer com que seu time seja lembrado ao final do dia como um exemplo dos melhores, assim, seja o melhor que puder em todos os detalhes.

1486163_677399269024371_2955905196321801697_o

Tem um segredo que torna toda fala mais interessante e contagiante, sabe qual? O sorriso! Sorrir enquanto fala, mostrar que está contente por estar ali, satisfeito pelo trabalho da temporada realizado é tão importante quanto todo o resto. “Um sorriso genuíno diz tudo que a alma não consegue falar”. Deixem que as pessoas sintam sua energia positiva e não se deixe abalar por pessoas mal humoradas.

Por fim, sabemos que contar uma história nem sempre é fácil. Às vezes nos prolongamos demais, outras, somos tão sucintos que nem conseguimos explicar o acontecido. Treine contar uma história de maneira a ter um começo, meio e fim num tempo breve, afinal, são apenas alguns preciosos minutos que sua equipe tem diante do grupo avaliador. E aproveitem cada momento que tiverem para demonstrarem que vocês se importam com seus colegas, que valorizam os trabalhos que foram feitos na Pesquisa e no Robô por trabalharem os Valores Principais do torneio. Nesta competição o mais importante não são os prêmios obtidos e sim o conhecimento adquirido. Deixe claro que vocês são Gracious Professionals exemplares e que amam o que fazem! Esta é a melhor e mais doce lição que posso passar hoje.

Fiquem com meu carinho e até a próxima! Bom trabalho pessoal.

Beijos, Paulinha.